Conecte-se Aprenda Finança

TURISMO

Um planejamento eficiente para os negócios do turismo no pós-pandemia

O setor do turismo, um dos mais afetados pela pandemia, vem se adaptando aos novos desafios. E enquanto não chegamos ao fim desse momento sem precedentes, as expectativas para uma plena retomada do setor são altas. Os números mostram: 40% das pessoas querem voltar a viajar — e logo [1]. Mas um novo contexto pede também novas soluções. É o que veremos abaixo.

Compartilhe este artigo

Publicado por Google

Para quem se pergunta: “O que esperar do turismo no pós-pandemia?”, a live comandada por Julia Busch, Especialista de Insights para Governo do Google, procura encontrar algumas soluções para essa pergunta, ajudando diferentes players do setor que querem recolocar o negócio nos eixos.

Um planejamento eficiente para os negócios do turismo no pós-pandemia

A dica é ir na linha do que o varejo das grandes cidades já vem oferecendo para reconquistar o público: investir em segurança (atendimento sem contato, com transações 100% online e pagamentos por app), experiência (no caso das hospedagens, pode ser banheira de hidromassagem ou piscina aquecida) e, principalmente, comunicação (não basta fazer, é preciso divulgar). Diante de tantas (e tão novas) restrições, são soluções como essas que o turista tende a valorizar cada vez mais.

Como a pandemia criou um novo contexto para a mobilidade

São decisões tomadas agora que terão impactos lá na frente. Isso porque a pandemia transformou a mobilidade que conhecíamos, o que teve impacto direto no mercado de viagens. É o que nos mostra Gustavo Pena, Head de Negócios para a Indústria da Mobilidade no Google Brasil, em sua live sobre transformação digital em mobilidade.

Hoje, o setor do turismo tem investido em duas frentes: seu papel funcional — o de facilitar a vida do viajante, oferecendo as melhores opções com o maior nível de segurança possível — e seu papel emocional – sem deixar de proporcionar o sentimento de realização de um sonho. E agora, diferentemente de antes, “a viagem” não precisa ser para muito longe.

Um planejamento eficiente para os negócios do turismo no pós-pandemia

O destino pode ser no mesmo estado ou dentro do país, mas é cada vez mais importante que dê para ir de carro. A realidade da pandemia acabou transformando o veículo particular em uma opção não só mais segura, mas também multiuso – serve para entretenimento (vide o retorno dos cinemas drive-in), para alimentação, para compras e, claro, para viagens.

Mais assertivo, econômico e cauteloso, o consumidor do pós-pandemia também está mais aberto a experimentar, o que é uma ótima notícia tanto para o turismo quanto para o varejo. Luiza Madeira, Líder de Estratégia & Insights do Waze Ads no Brasil, conta, em sua live sobre os caminhos do Waze no Brasil, como as empresas podem explorar as potencialidades do destination marketing impactando futuros clientes naquele momento crucial do pré-consumo – justamente quando ele está traçando seu caminho para fora de casa. Necessidades novas estão surgindo, e é aí que as marcas e empresas podem conquistar novos espaços.

Um planejamento eficiente para os negócios do turismo no pós-pandemia

Ferramentas para lançar seu negócio no ambiente digital e conquistar novos clientes

Depois de anotar todos os insights que ajudam a entender esse novo comportamento do mercado, as lives do Google Academy oferecem também uma série de tutoriais para empreendedores organizarem sua presença online e conquistar novos clientes.

A ferramenta gratuita Google Meu Negócio, por exemplo, permite adicionar no ambiente digital informações básicas e essenciais do seu negócio, como horários de funcionamento (com a opção especial de fechamento temporário pela pandemia ou para os negócios sazonais), serviço de retirada, drive-thru, delivery, voucher promocional, telefone de contato, fotos. E lembre-se de que o Google também oferece outra ferramenta gratuita para que PMEs alcancem suas metas no Google Para PMEs. Quanto mais informações do seu negócio houver no ambiente digital, melhor: não à toa, 80% das pessoas buscam a empresa mais próxima de onde estão e os perfis com informações mais completas e atualizadas geram 7x mais cliques[2].

Um planejamento eficiente para os negócios do turismo no pós-pandemia

Outra boa ajuda para quem quer dominar as ferramentas simples e gratuitas oferecidas pelo Google, como o Trends, é conferir a live de David Cosso, Head de Agências, que mostra como usar ferramentas para gerar insights para o seu negócio.

As buscas do Google, por exemplo, refletem o comportamento — atual ou futuro — do consumidor. De olho na audiência, marcas ou empresas podem desenvolver melhores estratégias para um produto, serviço ou tendência.

Pensando em tudo isso, vale dizer que abastecer, gerenciar e controlar a informação é fundamental, especialmente para uma PME que precisa, mais do que nunca, fidelizar e garantir que o cliente não pule para a próxima opção da busca.

Compartilhe este artigo

BIBLIOGRAPHY

[1] "Vida na Quarentena": pesquisa Google e MindMiners. "Qual a primeira coisa que você quer fazer quando a pandemia acabar?". Base 4000 respondentes. De 04 a 08/6.

[2] Pesquisa da Ipsos, "Impact of a complete listing", outubro de 2017.

{{'LOADING_COMMENTS' | translate}}...
{{'NO_COMMENTS_YET' | translate}}
{{'TO_POST_A_COMMENT' | translate}}

Outros usuários também viram


Carregando...

Entre na ConnectAmericas

Ao criar um perfil na ConnectAmericas, você aceita os Termos e condições e Política de privacidade da Plataforma.

Insira o e-mail com o qual você se cadastrou
na ConnectAmericas para criar
uma nova senha.