Conecte-se Aprenda Finança

Comércio Exterior

Tecnologias (Disruptivas) no Comércio Exterior

Artigo escrito por Monnike Garcia, Fundadora da LABCOMEX e da iniciativa Mulheres no Comex, que tem por propósito alavancar mulheres e pequenas empresas no Comércio Exterior.

Compartilhe este artigo

Publicado por LABCOMEX

Lembro-me que no ano de 2018, ensaiei para escrever sobre esse assunto, mas quase não haviam informações. Cheguei a escrever para alguns colegas de fora, para saber sobre o assunto, mas eram poucas informações ou quase não divulgavam nada sobre.

Em compensação, do ano passado para cá, já vimos uma explosão de informações e o uso das tecnologias em Comércio Exterior, as quais mencionarei abaixo.

O que são tecnologias disruptivas?

Tecnologia disruptiva é “aquela que revoluciona, de maneira significativa, a solução que era anteriormente utilizada ou simplesmente cria um novo mercado, produto ou serviço”. 

Para que servem ?

A primeira vez que ouvi falar sobre estas tecnologias, foi em uma palestra da Martha Gabriel em São Paulo, a qual muito bem representou o tema com essa figura da Pwc, abordando os tipos das tecnologias. O objetivo destas tecnologias, é a melhora da relação custo benefício dos processos, da performance do aperfeiçoamento ou da inovação que proporciona, segundo site da Tovts.

Entretanto naquela época, fiquei pensando, mas e aí? E na minha área, já existem essas tecnologias? Essa indagação foi o motivo pelo qual eu comecei a pesquisar e construir este artigo, o qual o objetivo é abordar cada uma destas tecnologias e aplicação em Comércio Exterior.

  • Internet das coisas, Internet of Things (IoT)

Essa tecnologia busca conectar os coisas do dia a dia (eletrodomésticos, meios de transporte e até mesmo tênis, roupas e maçanetas) à rede mundial de computadores. Em comércio exterior, cito dois exemplos: o navio Yara e o caminhão autonomo AXL como aplicação da tecnologia.

Yara, é embarcação autônoma de contêineres com emissão zero de gases, navio contêiner 100% elétrico e autônomo do mundo. Veja o vídeo aqui.

Caminhão autônomo AXL é monitorado remotamente. O veículo conta com sensores, câmeras, radares e lidares, que monitoram todo o ambiente em volta. Segundo a montadora, a operação é facilitada por ter um sistema de logística já definido, que informa ao veículo como a tarefa deve ser executada. Veja o vídeo aqui.

  • Realidade Aumentada

Quem nunca jogou Pokemon go? Nesta tecnologia, a ideia é aumentar seu conhecimento imediato do mundo ao seu redor, fazendo com que a experiência seja bem próxima da realidade, mexendo com os sentidos e simulando realidades em um ambiente virtual.

Certa vez estava visitando um cliente de cosméticos, que acabava de retornar de uma viagem e que na ocasião, estavamos falando sobre tendências na área. Então ele me mostrou o vídeo de sua namorada em uma loja de cosméticos, na qual ela estava em frente a um espelho e quando ela tocava na cor do batom escolhido, a imagem automaticamente coloria sua boca, ou seja ela tinha noção da cor do produto sem ao menos prová-lo. O Brasil movimenta milhões neste mercado e dentro da exportações, compete com mercados globais como EUA, Argentina e México. O uso desta tecnologia, proporcionaria além de uma experiência do cliente, uma compra mais assetiva dos produtos.

Loreal Virtual Try on Makeup. Com o recurso da ferramenta, a cliente pode experimentar mais de 100 de forma rápida, divertida e inteligente. Veja o vídeo aqui.

  • Blockchain

Essa talvéz seja a tecnologia que mais pode ser usufruida em Comércio Exterior. Devido a papelada, burocracia e processos que temos. A tecnologia nada mais é do que uma cadeia de blocos (Blockchain), que são um sistema de contabilidade. São uma maneira de esclarecer e validar um registro, uma transação. Em suma, é o registro em ordem cronológica de todas as transações que ocorreram na rede, e que foram compiladas e validadas. É público, único e compartilhado pelos participantes de um sistema específico.

Blockchain no câmbio. Aplicada em uma operação de comercialização de soja para a Argentina para a Malásia, a tecnologia permitiu finalizar a negociação em apenas 24 horas, em vez dos tradicionais cinco a dez dias com a participação de 12 bancos. Fonte: Época Negócios.

Tradelens é uma plataforma desenvolvida entre IBM e Maersk, que permite reunir todas as partes da cadeia de suprimentos: incluindo traders, agentes de carga, portos e terminais, transportadoras marítimas, alfândegas, autoridades governamentais e outras. A solução é baseada em blockchain com uma estrutura de permissão e identidade segura.

O TradeLens fornece o compartilhamento contínuo, permitido e seguro de informações acionáveis ​​e em tempo real da cadeia de suprimentos entre todas as partes envolvidas na negociação. Isso significa marcos de expedição, detalhes de carga, documentos comerciais, os dados estruturados incorporados em documentos comerciais, registros alfandegários, leituras de sensores e muito mais. Veja o vídeo aqui.

Blockchain no governo. No final do ano passado, o governo autorizou através da PORTARIA RFB Nº 2071, DE 03 DE DEZEMBRO DE 2019, a disponibilização de dados por determinado período (até 31 de Julho de 2020), que o órgão ou entidade solicitante, deverá adotar o mecanismo de compartilhamento de dados por meio de rede permissionada Blockchain ou outro autorizado pela Cotec.

  • Inteligência Artificial

Como o próprio nome deixa claro, a Inteligência Artificial (IA) é um ramo da computação, que tem como foco elaborar dispositivos que simulem a capacidade de raciocínio humano.

O objetivo desta tecnologia é elaborar máquinas que, mais do que simplesmente seguir rotinas pré-programadas, sejam capazes de aprender a desempenhar suas tarefas de forma mais eficiente e consigam se adaptar a novos ambientes.

Canais de parametrização. Os famosos canais, verde, vermelho, amarelho, cinza, utilizam desta tecnologia que realiza a verificação da operações e cruzamento de dados, e informa quais os processos deverão ser verificados e os que não oferecem risco, são automaticamente liberados.

  • Robôs

Capacitados para realizar trabalhos de maneira autônoma ou pré-programada, os robôs podem ser utilizados nas áreas industriais, como em linhas de produção automotivas, mas com a popularização, os robôs podem ser utilizados em serviços de limpeza, de jardinagem, ou até mesmo em atividades. Os robôs podem aparecer nas áreas do entretenimento e tarefas caseiras e também na área de Comércio Exterior.

A Torre de controle da Startup Quattro, é uma plataforma que será lançada no final do semestre, segundo jornal A Gazeta do Povo, a solução terá como objetivo “controlar e automatizar os processos logísticos com o auxílio de robôs. Sua função é capturar e monitorar diversos dados, entre eles o desembaraço de cargas (liberação pela alfândega) e localização contêineres e veículos no mundo todo.”

Chamber da Kestraa, através de uma integração com diversos sistemas (ERP do cliente, armadores, agentes de carga, sistemas da receita federal, despachantes, transportadores etc.), o sistema captura informações e proporciona a visibilidade das etapas operacionais desde o pedido até entrega dos bens ao importador.

Drones

Veículo aéreo não tripulado e controlado remotamente, os drones, podem realizar inúmeras tarefas desde serem utilizados em entrega de pizza, até documentos em embarcações matítimas.

Wilhelmsen Airbus Drone permite a entrega de documentos em embarcações ancoradas, em apenas 10 minutos. Veja o vídeo aqui.

  • Realidade Virtual

“Realidade virtual é, como o nome já indica, um ambiente virtual no qual o usuário pode se inserir como se estivesse mesmo ali, mas tudo não passa de um sistema computacional. A tecnologia induz efeitos visuais e sonoros, permitindo total imersão no ambiente simulado virtualmente. O usuário pode interagir ou não com o que vê ao seu redor, dependendo das possibilidades do sistema utilizado.” segundo Canal Tech.

Quem não se lembra do Jetson? No desenho, havia hologramas — instrumentos de realidade virtual, que permitiam às pessoas conversarem em um mesmo ambiente, mesmo estando separadas por quilômetros. com este recursos, é possivel realizar reuniões, treinamentos e outras atividades sem estar presente fisicamente.

Mimesys, com a tecnologia desenvolvida por eles, as pessoas podem se ver “como” um holograma de qualquer tamanho, ao olhar através de um tablet de qualquer lugar do mundo. Veja o vídeo aqui

  • Impressora 3D

Com a tecnologia de impressão 3D, é possivel criar um objeto físico com rapidez e precisão a partir de um modelo digital no computador. A partir do modelo tridimensional, basta enviá-lo ao software da impressora 3D, definindo dimensões e detalhes de texturas. Então o desenho em 3D desse objeto será fatiado em várias camadas de impressão e produzido uma a uma até que se forme por completo.

Através dessa tecnologia, podemos reduzir os custos com logística e com a operação já que o detentor da impressora, basta adquir uma licença (serviço) para que o produto seja impresso.

3D Printing project, by Wilhelmsen. Este é um prova para que os competidores possam desenvolver um projeto para inovar a cadeia de suprimentos tradicional de peças de reposição marítimas. O anúncio do ganhador será em junho de 2020.

 

A tecnologia é um caminho sem volta, seja para Comério Exterior, seja para qualquer outra área, pois dá celeridade, experiência, reduz tempo e dinheiro, além de colocar a máquina para executar trabalhos repetitivos.

E aí, se para você que era desacreditado que essas tecnologias não haviam chegado em Comércio Exterior, consegui te convencer?

Monnike Garcia, 
Fundadora da Labcomex e da iniciativa Mulheres no Comex e meus propósitos são alavancar mulheres e pequenas empresas no Comércio Exterior, ah, e sou uma entusiasta pelo assunto tecnologia.

 

- A equipe da ConnectAmericas realiza esforços razoáveis para que o controle da informação proveniente de terceiros publicada em seu site seja o mais oportuna e precisa possível. Isso não significa que nosso site adere às expressões exteriorizadas por terceiros no que tange a sua exatidão e integridade.

- A ConnectAmericas se isenta expressamente da responsabilidade que possa vir a ter com terceiros por erros e omissões no conteúdo das publicações que não sejam realizadas pela sua equipe de autores. O site não concede qualquer tipo de garantia aos leitores deste conteúdo, seja ela implícita, expressa ou legal, incluindo, entre outros, as garantias de não violação dos direitos de propriedade intelectual de terceiros ou a ausência de vírus de computador nos sites de terceiros ou nos links nele contidos.

- A menção neste site de qualquer produto, processo ou serviço comercial específico, ou o uso de qualquer nome comercial, de empresa ou corporação, é para informação e conveniência do público e não constitui uma declaração de endosso, recomendação ou preferência por parte da ConnectAmericas.

 

Fontes: 
https://empiretelecom.com.br/blog/realidade-virtual-o-que-e-e-como-funciona/;
https://www.revistamanutencao.com.br/noticias/inovacao/conheca-o-primeiro-navio-100-eletrico-e-autonomo-do-mundo-e-os-impactos-da-industria-4-0-no-setor-naval.html;
https://g1.globo.com/carros/caminhoes/noticia/2019/09/24/scania-mostra-caminhao-autonomo-sem-cabine-para-motorista.ghtml;
https://www.tradelens.com/platform;
https://www.tecmundo.com.br/futuro/7725-inteligencia-artificial-mitos-e-verdades.htm;
https://blog.wittel.com/voce-sabe-o-que-e-telepresenca-conheca-seus-beneficios/;
https://canaltech.com.br/rv-ra/o-que-e-realidade-virtual-conheca-esta-tecnologia-que-pode-mudar-o-mundo-154999/

 

Compartilhe este artigo

{{'LOADING_COMMENTS' | translate}}...
{{'NO_COMMENTS_YET' | translate}}
{{'TO_POST_A_COMMENT' | translate}}

Outros usuários também viram


Carregando...

Entre na ConnectAmericas

Ao criar um perfil na ConnectAmericas, você aceita os Termos e condições e Política de privacidade da Plataforma.

Insira o e-mail com o qual você se cadastrou
na ConnectAmericas para criar
uma nova senha.